Jornal diario
  • Grupo Oriental  

  • Grupo Central  

  • Grupo Ocidental  

PESQUISAR

RSS
Director: Pedro Botelho pedrobotelho@jornaldiario.com AÇORES traco QUARTA-FEIRA traco 26 DE ABRIL
Publicidade
Opinioes
Mais Opinões
Publicidade
Empresas Comunidade soliária
Portais Universos Blogs
Publicidade
Importância dos espaços<br> TIC destacada
Tecnologias
Tecnologias

Importância dos espaços TIC destacada

O secretário regional do Mar, Ciência e Tecnologia diz que os espaços TIC garantem a jovens acesso a tecnologias de forma segura e controlada.

O secretário regional do Mar, Ciência e Tecnologia disse que o Centro Socioeducativo e Tecnológico da freguesia de Santo António, no concelho de Ponta Delgada, é “um bom exemplo” da importância que os espaços dedicados à Tecnologia de Informação e Comunicação podem ter para os jovens que, depois das actividades escolares, “passam tempo de lazer, de estudo, tendo acesso a informação, música, vídeos, cultura num espaço seguro e controlado”.

Fausto Brito e Abreu falava na inauguração das obras de reabilitação do Centro Socioeducativo e Tecnológico de Santo António, uma iniciativa da Associação Norte Crescente, que contou com o apoio do Governo dos Açores, através do PRORURAL e do concurso para apoio ao funcionamento dos espaços TIC.

O secretário regional salientou a importância daqueles espaços para garantir o acesso gratuito a meios informáticos, em especial numa região insular como os Açores.

“Estes meios fazem com que a distância geográfica não seja equivalente a isolamento e que estejamos em contacto com o que se vai passando no mundo à nossa volta”, frisou.

Para além de um acesso generalizado da sociedade açoriana aos meios de informação e comunicação, Brito e Abreu disse ainda que, para o Governo dos Açores, “é muito importante dar atenção a alguns grupos que têm necessidades especiais, e para quem a tecnologia pode, de facto, fazer uma diferença importante para a sua qualidade de vida”.

“Através da Internet, por exemplo, os cidadãos mais idosos podem ter um envelhecimento mais activo e combater o isolamento que por vezes sentem”, afirmou o secretário regional, salientando também que “através das novas tecnologias os cidadãos com deficiência podem ter mais qualidade de vida”.

Nesse sentido, lembrou que está aberto um concurso para apoios financeiros à aquisição de equipamentos informáticos adaptados e software para cidadãos com deficiência, podendo candidatar-se escolas públicas e instituições privadas de solidariedade social da Região cujos estatutos incluam actividades com pessoas com deficiência.

No âmbito do Programa de Governo Regional, está previsto, nas medidas para atingir objectivos específicos na área da ciência e tecnologia, o apoio à aquisição e à instalação de equipamentos e de infraestruturas no âmbito das TIC, tendo sido concedido um apoio anual de 450 mil euros para apoiar a manutenção da rede de cerca de 60 espaços TIC existentes na Região.

JornalDiario

2016-02-29 11:00:00

Imprimir notícia