Jornal diario
  • Grupo Oriental  

  • Grupo Central  

  • Grupo Ocidental  

PESQUISAR

RSS
Director: Pedro Botelho pedrobotelho@jornaldiario.com AÇORES traco QUINTA-FEIRA traco 14 DE DEZEMBRO
Opinioes
Mais Opinões
Publicidade
Empresas Comunidade soliária
Portais Universos Blogs
Publicidade
Museu estreia documentário “Clarissas”

Museu estreia documentário “Clarissas”

O Museu Carlos Machado promove quinta-feira, 28 de Julho, pelas 21h30, no 9500 Cineclube, em Ponta Delgada, a estreia do filme documentário "Clarissas", de André Laranjinha.

A Direcção Regional da Cultura, através do Museu Carlos Machado, promove quinta-feira, 28 de Julho, pelas 21h30, no 9500 Cineclube, em Ponta Delgada, a estreia do filme documentário "Clarissas", de André Laranjinha.

Este filme, com uma duração de 25 minutos, é uma coprodução Museu Carlos Machado/Alice’s House e integra o projecto de registo do Património Cultural Imaterial do Museu, dando corpo à sua função como lugar de preservação da memória e da identidade micaelense.

Esta curta-metragem centra-se no Mosteiro de Nossa Senhora das Mercês, nas Calhetas de Rabo de Peixe, fundado a dois de Janeiro de 1977 por irmãs Clarissas vindas da ilha da Madeira.

O mosteiro terá sido construído a partir da casa e da ermida de Nossa Senhora das Mercês e dos terrenos que foram doados à Igreja por António Medeiros Frazão e Maria Leonor Frazão.

Antes da extinção das ordens religiosas, em 1832, a Ordem de Santa Clara teve um importante papel nos Açores, havendo inúmeros mosteiros e conventos da Ordem Franciscana feminina.

Depois de um século e meio de ausência, a ordem voltou com a criação deste mosteiro, que é agora o único de vida contemplativa e de clausura nos Açores.

Neste mosteiro vivem actualmente oito irmãs em clausura, que dedicam o seu quotidiano à oração e ao trabalho, realizam tarefas domésticas, trabalham na horta e no jardim, tratam dos animais e fazem hóstias para toda a comunidade religiosa católica dos Açores.

JornalDiario

2016-07-27 12:00:00

Imprimir notícia