Jornal diario
  • Grupo Oriental  

  • Grupo Central  

  • Grupo Ocidental  

PESQUISAR

RSS
Director: Pedro Botelho pedrobotelho@jornaldiario.com AÇORES traco SEGUNDA-FEIRA traco 21 DE AGOSTO
Publicidade
Opinioes
Mais Opinões
Publicidade
Empresas Comunidade soliária
Portais Universos Blogs
Publicidade
Inconformismo no combate ao desemprego
Polí­tica
Polí­tica

Inconformismo no combate ao desemprego

O presidente do PS/Açores mostra-se inconformado com os resultados alcançados no combate ao desemprego jovem nos Açores.

O presidente do PS/Açores manifestou-se, ontem, "inconformado" com os resultados alcançados no combate ao desemprego jovem nos Açores.

Vasco Cordeiro salientou que, nos últimos quatro anos, chegámos a "registar uma taxa de desemprego jovem de 46% e agora, no segundo trimestre de 2016, estamos com uma taxa de desemprego jovem na ordem dos 34%, o que é uma redução bastante significativa".

Porém, Vasco Cordeiro considerou que "temos de ir mais além e criar as condições para, intervindo na componente da qualificação dos jovens, fomentar o empreendedorismo, para podermos ter condições de criar mais emprego jovem".

A este respeito, o líder dos socialistas açorianos salientou as parcerias que o Governo dos Açores desenvolve com um conjunto de entidades privadas, em todas as ilhas da Região, frisando que "este é um trabalho "extremamente importante para valorizar os nossos jovens e os territórios das nossas ilhas".

Queremos reforçar esta aposta em termos da qualificação da nossa juventude, como um factor de valorização de cada uma das nossas ilhas. A formação, a qualificação e o empreendedorismo são fundamentais para podermos ter cada vez mais emprego jovem. E é por aí que nós conseguimos ter uma sociedade cada vez mais qualificada, com jovens qualificados e habilitados a vencer os desafios do futuro, em cada uma das nossas ilhas. E é, também, por aí que nós conseguimos combater o desemprego jovem nos Açores, apesar dos resultados significativos que têm vindo a ser obtidos nesta matéria.

Vasco Cordeiro falava à saída de uma visita ao Centro Socioeducativo e Tecnológico de Santa Bárbara, uma valência da associação Norte Crescente – que no global envolve cerca de 1.000 jovens nas suas actividades e que foi recentemente reconhecida pela UNESCO.

JornalDiario

2016-08-17 09:00:00

Imprimir notícia